Não sou atleta, logo posto. vol XV

Volei de Praia feminino: um verdadeiro banquete de filés à milanesa.

Maratona Aquática: toda a dificuldade de uma maratona convencional elevada a maxima potência, pois o atleta não tem o direito de sentir câimbras.

Ginástica Rítmica: mulheres contorcionistas, capazes de feitos incríveis como coçar a orelha com o pé, tocar as próprias costas com os joelhos ou girar todas as partes do corpo simultaneamente em 180 graus e em direções diferentes. A cada competição de ginástica rítmica o kama sutra é reeditado.

Não sou atleta, logo posto. vol XIV!

Maratona: Pense em vários Forrest Gumps. Imagine dezenas deles. Pois é.

Tiro com Arco: Um remake de Guilherme Tell, só que sem a menor graça. Quem mandou tirarem a criança com a mação em cima e colocarem lá aqueles alvos redondos? Se eu quisesse ver alvos, ia atirar dardos no Shamrock – e ainda por cima podia tomar uma cerveja junto.

Vela: Uma canoagem para preguiçosos. Afinal de contas, se o vento está empurrando, o que raios eles fazem lá

Não sou atleta, logo posto. vol XIII

Levantamento de Peso: Macho mesmo é quem vai no treino desses caras e berra: “Tudo frutinha!”. Isso devia constar naquela lista de coisas que nao se pode deixar de fazer na vida, mas tem que estar entre as últimas…

Carate: Tipo o jogo Street Fighter, mas sem hadoukens, shoryukens e “tátátárúguens”

Canoagem: Uma das maiores gratificações existentes no esporte deve ser praticar uma modalidade como essa e, em caso de fracasso, poder dizer aos companheiros “É gurizada, parece que a gente entrou em uma canoa furada…”.

Não sou atleta, logo posto. vol XI

Salto em distância: Quando praticado de forma amadora, é chamado de “correr do cachorro e pular o valão”.

Salto Triplo: Conhecido também como “Porra, o chão tá quente!”

Ginástica de trampolim: Esse esporte consiste em pessoas pulando sobre camas elásticas. Igualzinho àqueles pirralhos chatos naqueles centros de diversões que também contam com brinquedos infláveis e animais mecânicos meigos. Se você associa trampolim com piscina, esqueça; só se forem aquelas piscinas cheias de bolinhas coloridas.

Não sou atleta, logo posto. vol X

Esqui-aquático: nao deveria ser praticado com as atletas na água, e sim no barco. Puxando qualquer coisa que seja, desde que elas estejam de biquini.

Boxe: a versão olimpica é praticada por filhos de pais superprotetores. Eles conseguiram permissão de suas mães para lutar com a condição de usarem capacete pra nao machucar e uma camiseta pra nao pegar um resfriado.

salto em altura: é como final de expediente de segunda-feira, tu sai correndo e só pensa em se atirar num colchão.

Não sou atleta, logo posto. vol IX

Pentatlo: Esporte para CDF. O cara tem que ser bom em corrida, esgrima, tiro, natação, hipismo… português, matematica, conhecimentos gerais, informatica e conteúdo específico!

Remo: no começo do século passado todos os Clubes de Regatas viraram times de futebol. Se não fosse Charles Müller, hoje seríamos pentacampeões mundiais de remo.

Nado sincronizado: Esporte cataclísmico, eleito pelo blog como destaque absoluto do Pan do Rio 2007.